Image Map

15 maio 2011



Saúde da Pele – Psoríase

por Tah Favreto
Definição e Sintomas: A Psoríase é uma doença crônica, não contagiosa, desencadeada pelo aumento excessivo na produção de queratinócitos (células que sintetizam queratina), gerando um processo inflamatório e imunológico que provoca lesões avermelhadas e descamativas, geralmente em placas e cobertas por escamas branco-acinzentadas. Afeta regiões como cotovelo, joelhos, couro cabeludo, articulações dos dedos, etc...
Existem vários tipos de Psoríase e o diagnóstico é feito através da história clínica do paciente e da localização e característica das placas. Em alguns casos, uma biópsia da pele pode ser necessária para a confirmação da doença.
A Psoríase pode afetar as unhas, causando nódoas amarronzadas, quebra, descolamento, ceratose subungueal (massinha embaixo da unha) e manchas amareladas ou róseas. Se você notar qualquer característica atípica nas suas unhas, consulte seu Dermatologista para uma avaliação detalhada.

Tratamento: 

Depende do quadro clínico apresentado. É fundamental limpar bem e hidratar continuamente a região ao redor das áreas afetadas para prevenir infecções e diminuir a irritação e o ressecamento. 
Casos leves e moderados podem ser controlados com medicação tópica. Casos mais graves exigem tratamentos que controlam a taxa de crescimento das células. 
Existem outros tratamentos muito eficazes, como a Fototerapia (já falei sobre ela no post sobre Bronzeamento Artificial). 
Estudos revelaram que 80% dos portadores de Psoríase submetidos à Fototerapia de raios UVB tiveram uma diminuição muito rápida no crescimento das células, amenizando bastante os sintomas da doença.

Importante: Se você observar qualquer alteração no aspecto da sua pele, consulte seu Dermatologista.

Dúvidas: http://twitter.com/TahFavreto

Beijinhos
10
Comentários via FaceBook

10 comentários:

  1. Oiiee..não sabia desse tratamento com Fototerapia, vo até pesquisar como faz neh! Meu pai tem e realmente ficam ressecados e já tentou de tudo, e nada deu certo.
    Bjim amore
    www.lojinhav.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Eu imagino que essa doença seja super desagradável. Apesar de não ser contagiosa, nem todo mundo sabe disso o que pode gerar preconceito por parte das pessoas.
    Parabéns pelo post informativo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Meu tio tem psoriase, vou correr e mostrar esse post para ele, mto bom mesmo, não sabia desse tratamento com fototerapia!

    bjinhoo

    ResponderExcluir
  4. Nossa, as fotos chocam heim?
    Concordo com a ChiqueBoutiqueEUA, acho q muita gente deve ter preconceito em relação a isso. Imagina vc ir a um clube e ver uma pessoa na piscina com psoríase, acho q antes do post eu ia me assustaria também.
    Tah, ela poderia frequentar piscina normalmente? Fiquei pensando se água com cloro seria bom pra quem tem a doença.
    E também fico pensando se um médico de clube aprovaria o exame médico dessa pessoa, mas acredito que com uma declaração de um dermatologista que a pessoa tem psoriase e não transmite, eles são obrigados a aprovar.
    Outra dúvida, tomar um solzinho no local também não ajudaria?

    Beijoss e adorei o post, bem esclarecedor.

    ResponderExcluir
  5. Nosso muito bom esse post heim?! Instrutivo demais!!! Parabéns Tha!
    A Fisioterapia também atua nos casos de Artrite Psoriática. Pode reduzir a dor e a rigidez, evitando a imobilidade e as atrofias musculares.
    @AleCarnevalli O banho de sol ajuda sim, ele melhora as lesões de pele.
    Espero ter ajudado também! =)
    Beijosss

    ResponderExcluir
  6. O preconceito é um grande obstáculo para quem tem Psoríase. Muitos médicos recomendam um acompanhamento psicológico para os pacientes levarem uma vida normal, sem limitações.

    Alê,

    Uma pessoa com Psoríase pode frequentar piscinas, mas é bom evitar exatamente por causa do cloro. Ele resseca a pele e causa irritações. A doença não é contagiosa, portanto os clubes não podem reprovar os portadores no exame médico.

    O sol ajuda a reduzir a inflamação e isso auxilia muito no tratamento. Ao se expor, a área não afetada pela doença deve ser protegida com Protetor Solar. É ideal consultar um médico para ele avaliar os sintomas e estabelecer um horário e tempo de exposição adequado. Sem dúvida, a melhor opção é a Fototerapia, já que a exposição é controlada no consultório e não oferece riscos de queimadura, por exemplo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Bom...achei muito interessante este post.

    É um assunto que pouco se explora, e confesso que é triste ver alguém com este mal.

    Já atendi uma menina de 12 anos com esta doença.


    É muito importante um acompanhamento médico e psicológico nestes casos.



    Gostaria de comentar com vocês que qualquer mancha na pele significa de alguma maneira a pessoa está se sentindo ameaçada e na maioria das vezes "Triste".

    É preciso uma dose de "carinho e compreensão" com estas pessoas.

    O tratamento na maoria das vezes é lento, mas com força de vontade, mudança de paradigmas é possível "sim" a cura.

    Parabéns pela matéria!!!!

    Este blog é mesmo show hein Ale!!!!rsrsrsrs

    Um bjo a todos!

    Sol Neves

    ResponderExcluir
  8. Erilda Maria Barbosa Padula13 de dezembro de 2011 23:16

    Nossa fiquei imprecionada!
    como fica feio isso hem e deve coçar muitoo..!

    bjoss..linda

    ResponderExcluir
  9. Ah meu tio teve isso, mas até a morte dele (não morreu de psoriase), mas ele ficou com a pele descamando demais, recomendaram passar um óleo, que sempre melhorava

    ResponderExcluir
  10. Muito bom o post!!
    Temos que ficar atenta a essas doenças!!
    Bjs

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante!

P.S. Você pode adicionar o link do seu blog, desde que o comentário seja referente ao post e não propaganda particular.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...