Image Map

24 maio 2011



Unhas: Infecções, Traumas e Sinais de Alerta

por Tah Favreto
Já escrevi aqui sobre como a Psoríase e as Doenças da Tireóide podem comprometer a saúde das unhas e hoje vou falar sobre outros problemas, como infecções e traumas. Também vou mostrar um quadro para vocês verem como muitas doenças (cardíacas, pulmonares, hepáticas, etc) podem ter seu diagnóstico facilitado através de uma simples análise nas unhas. As características atípicas que se manifestam são frequentemente cruciais na hora de fazer um diagnóstico diferencial.

Infecções:

- Onicomicose (Micose de Unha): Infecção causada por fungos que se “alimentam” de queratina. A unha fica grossa, com manchas amareladas ou amarronzadas. O tratamento é demorado e deve ser orientado pelo Dermatologista.
- Paroníquia: Infecção em torno da unha, geralmente ocasionada pela exposição prolongada e constante à água, sabões e detergentes. As soluções de limpeza doméstica não só provocam infecções como também deixam as unhas quebradiças. Use luvas sempre!

Lesões e Traumas:

- Hematoma Subungueal: É uma lesão dolorosa, muito comum nas unhas dos pés, onde há grande compressão. A análise de um Dermatologista é fundamental, uma vez que o Melanoma Ungueal (Câncer de Pele extremamente grave) se apresenta de forma similar e só um médico poderá fazer a diferenciação.

- Onicólise: É o descolamento da unha causado pelo atrito constante, o que acaba gerando um ambiente favorável a infecções.

- Unha Encravada: É uma lesão nas dobras laterais que ocorre quando a margem da unha penetra na pele, causando dor e inflamação. Se a inflamação for muito grave, há necessidade de um procedimento cirúrgico feito por um Dermatologista. Para prevenir, evite usar sapatos apertados e nunca corte as unhas pelos cantos, deixando sempre as margens livres.
O quadro acima está bem resumido. Se você notar qualquer alteração na textura, coloração e espessura das unhas, consulte seu médico.

DICA: Para combater o enfraquecimento e a quebra das unhas, use produtos fortalecedores e endurecedores. Porém, é fundamental consultar um médico para descobrir e tratar a causa desses sintomas.

Gosto muito do Óleo Fortalecedor de Unhas da Granado e do Hard as Nails da Sally Hansen. O primeiro você pode usar à noite, mesmo por cima do esmalte. Já o segundo funciona como uma base transparente.

Não canso de repetir: Não retire as suas cutículas! São elas que protegem a matriz ungueal (onde a unha se origina), impedindo a entrada de microorganismos e produtos químicos. Sem elas, suas unhas ficam desprotegidas e suscetíveis a infecções e inflamações.

Importante: Os Podólogos podem apenas tratar problemas estéticos e implementar tratamentos prescritos por médicos. As unhas são anexos cutâneos e, portanto, só o Dermatologista tem autorização e conhecimento para diagnosticar e tratar problemas relacionados a elas.

Veja também os meus posts sobre Psoríase e Doenças da Tireóide para saber como elas acometem essa parte tão exposta do nosso corpo. Estão aqui na sessão de Dermatologia: http://bit.ly/kRDyfF

Dúvidas: http://twitter.com/TahFavreto

Beijinhos

8
Comentários via FaceBook

8 comentários:

  1. muito legal o post. já tive uma inflamação séria, como uma alergia, graças a Deus passou, mas sentia dor até se colocasse as mãos na água.
    eu tenho tentado parar de tirar minha cuticulas, mas ainda não encontrei um produto que hidratasse elas suficientemente, elas são muito secas. os pés então nem se fale.


    beijos

    ResponderExcluir
  2. Luciana,

    Um dos cremes que eu mais gosto porque hidrata muito as cutículas é o Cold Cream Mãos da Avène. Fica a dica! =)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Nossa muito importante o post!!! Adorei!!!
    Eu não tiro as cutículas e uso aquela cerinha da granado para unhas. Já conhecia esse óleo da Granado, mas nunca usei. Gostei de saber que ele é bom, vou experimentar.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Muito bom!! Adorei esse post.
    Muitas vezes, as mulheres se preocupam muito em usar fortalecedores de unhas e muito pouco em cuidar das unhas de maneira global, como prestando atenção ao estado de saúde geral q elas sinalizam e tomando medidas de prevenção dessas doenças, como micoses e paroníquia.

    Tah, queria te pedir um post específico sobre prevenção e tratamento de micose de unha. Eu já tive, e só quem já teve sabe o sacoooooo q é ficar UM ANO em tratamento! E só então eu fui me informar sobre as formas de contágio. Se eu tivesse me informado antes, talvez isso não tivesse acontecido.
    Aí fui descobrir coisas simples, como não confiar na esterilização (inadequada, quase sempre) do material da manicure, levar sempre o seu próprio material, não compartilhar esmaltes (nem fazia idéia q eles podiam abrigar e manter vivos os fungos) etc.
    Uma coisa q eu fico me perguntando tb é sobre o uso freqüente de sapatos fechados, principalmente agora no inverno. Eu moro no Rio, onde o inverno é ameno e eu consigo usar sapatos semi-abertos numa boa, mas fico me perguntando o que as pessoas de lugares muito frios podem fazer pra arejar o pé e prevenir micoses nessa época do ano.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Ágatha,

    Concordo com você. Devemos cuidar da saúde das nossas unhas e não só da estética.

    Obrigada pela sugestão de post, mas como o tema não é muito amplo vou escrever aqui mesmo nos comentários como prevenir esse tipo de infecção.
    Sobre o tratamento (que pode ser tópico ou via oral nos casos mais graves) prefiro não comentar, porque isso estimula a auto-medicação. Como você mesma disse, o tratamento é demorado, portanto deve ser acompanhado por um médico. Sem contar que cada caso é um caso.

    Vamos lá! Como evitar as onicomicoses?
    - Sempre use o seu material na manicure;
    - Não ande descalço em lugares constantemente úmidos;
    - Se precisar mexer na terra, usar luvas é fundamental;
    - Dê preferência a meias de algodão e evite as de tecido sintético;
    - Procure usar sapatos largos que proporcionem um pouco de ventilação. Se for muito frio, nada melhor que uma Open Boot (aquelas botas que deixam os dedos aparecendo). São lindas e dá para usar tranquilamente no inverno. Amo! =)

    Resumindo: Higiene e cuidados específicos são essenciais!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Muito legal e informativo este post.

    Nossa...faço errado, tiro as cutículas, elas crescem demais, não sei se por conta do trabalho, creme,óleo, álcool etc...ficam ressecadas, faço a unha toda semana.

    Vou tentar arrumar algum creminho pra diminuir as cutículas.

    Bom saber também sobre o óleo da granado, vou testar.

    É como dizem por aí: "Vivendo e aprendendo!"

    O importante é preservar a saúde!

    Bjos!

    Sol Neves

    ResponderExcluir
  7. A minha está cheia de manchas brancas =/

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post com as dicas!!
    Temos que ter unhas bonitas e saudáveis!!!
    Bjs

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante!

P.S. Você pode adicionar o link do seu blog, desde que o comentário seja referente ao post e não propaganda particular.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...