Image Map

05 outubro 2011



A licença maternidade está acabando. E agora? Creche ou Babá?

Depois de um período de posts de sorteios e pouco informativos, hoje os posts terão bastante conteúdo, pela manhã a Sol Neves falou sobre o óleo de Primula, seus benefícios e ajuda que esse óleo pode dar a um problema muito incomodo para nós mulheres, a TPM.

Neste post, a Rosane falará sobre uma situação difícil para as mães que precisam voltar ao trabalho e decidir onde deixar seus bambinos? Agora é com a Rosane...

Esta é uma dúvida muito comum para as mães que trabalham e que precisam decidir quem vai cuidar do seu filho quando elas tiverem que voltar ao trabalho.

Algumas mulheres podem contar com suas mães, sogras, irmãs, mas outras não têm com quem contar ou não querem depender de algum familiar para cuidar de seu pequeno. Nestes casos, normalmente, temos duas opções: contratar uma babá ou colocar em uma creche.

Para aquelas que preferem contratar uma babá, indicação é fundamental. Pode ser uma indicação de amigos ou quem sabe uma agência de empregos. Minha sugestão é que a pessoa seja contratada bem antes do seu retorno ao trabalho para que você tenha tempo de observar e explicar claramente o quê espera.

No meu caso optei pela creche. Infelizmente, não tinha ninguém conhecido ou indicado que pudesse ficar com meu filho em casa e colocá-lo na creche foi a melhor escolha. Minha licença maternidade terminou no fim de setembro e comecei a procurar em meados de julho. Visitei várias escolinhas pela minha vizinhança. Descobri que elas funcionam mais ou menos com as mesmas características e as diferenças principais estavam nas instalações e no ambiente. No meu caso, o ambiente fez toda a diferença.

Existem alguns pontos que são importantes:
  • Verificar as instalações: condições de higiene, se o local é arejado e apropriado, se os profissionais estão uniformizados e asseados. No caso de bebês, verificar se tem piso macio, berços para o soninho, brinquedos adequados. Deve-se observar também se o número de profissionais é suficiente para o número de crianças. Para bebês de 0 a 2 anos temos uma média de 4 a 6 bebês para cada profissional. Procure ver todas as instalações da escola inclusive os banheiros e, se possível, a cozinha.
  • Perguntar se existe um nutricionista responsável pela elaboração do cardápio e acompanhamento das refeições. Peça para ver o cardápio.
  • Muitas escolas aqui do Rio de Janeiro oferecem um serviço de urgências médicas (URMES), pergunte se a escola tem este serviço ou outro similar. 
  • Peça para ver o calendário da escola. Se você não tem com quem contar nos períodos de férias escolares ou feriados prolongados, é melhor procurar uma escola que funcione o ano todo.
  • Visite a escola toda não só a turma para qual você vai matricular seu filho. Observe bem os alunos que ali estão, “sinta o clima”. Pergunte sobre o projeto pedagógico da escola. O tempo passa rápido, você coloca seu filho no berçário e quando se dá conta ele já está no 1° ano!!!!!
  • Quando você gostar de algum estabelecimento, visite-o novamente antes de fazer a matrícula. 
Para as pessoas que me perguntam, costumo dizer que a escolha certa é aquela que te deixa tranqüila e segura enquanto você está trabalhando. Seja ela deixar seu filho com uma babá ou em uma escolinha.

Boa sorte!
Rosane
10
Comentários via FaceBook

10 comentários:

  1. faz bem optar pela creche, eu optei pela babá e me arrependi. Além dos custos serem maiores a criança acaba pegando os costumes da pessoa.Já vi babá de outra religião querendo ensinar a religião dela para a criança. Na escola a criança se desenvolve mais rapido, aprende a dividir e a comer de tudo...

    ResponderExcluir
  2. Rita, que coisa, quando eu era criança uma babá também tentou me ensinar a religião dela... hahaha... mas eu lembro que mesmo criança não levava a sério e pensava "pffff"... mas eu já tinha uns 7 anos.

    ResponderExcluir
  3. É muito triste pois no Brasil há pouco número de creches.
    Lamentável, o que será de nossas crianças!

    ResponderExcluir
  4. Imagino que não é fácil deixar os filhos pra trabalhar, como eu tenho uma vida cigana, deixei de trabalhar pra ficar em casa e consequentemente tive todo tempo para a Rafa, até hoje digo que sou mais mãetorista do que outra coisa. rs
    Mas lembro quando minha prima voltou ao trabalho, teve a sorte de colocar a filha numa creche em frente ao trabalho e saia inclusive para amamentar algumas X ao dia. Uma facilidade que não é para todas, mas ela teve essa sorte.

    Agora sobre a religião achei engraçado isso, pois me lembrei que um dia quando fui buscar a Rafa na sua primeira escolinha ela estava toda irritada, ai ela falava: "Mamãe, hoje tinha que ficar repetindo "monti" vezes versículo, q isso mamãe?" Então meninas, nem sempre apenas a babá quer dar educação religiosa, pode acontecer da escola tb querer dar e a gente só fica sabendo depois. Nossa lembro q na época fiquei P., não contra a religião, mas porque como uma criança que nem sabe escrever ou ler, uma escola fica fazendo ela decorar versículo?! Se ainda fosse uma história religiosa nem falo nada ... Hoje até rio da situação.

    bjkss

    ResponderExcluir
  5. A minha está pra acabar, mas vou juntar com as férias, pra poder curtir mais minha Leticia.

    ResponderExcluir
  6. é complicado ..e pra complicar mais ainda, a votação no congresso para 6 meses esta se esticando e nada....aff.viu...eita pais!

    to te seguindo fro....se quiser me siga!

    bjim

    www.ohlouka.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Isso é uma decisão não muito fácil!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Essa é uma dúvida cruel para as mães!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. É cruel mesmo, Janaina. Agora estou novamente diante de uma outra escolha. Mudar o filho de escola. Optei por colocar o Renato na mesma escola que estudei, mas confesso que estou com o coração apertado. Ele vai sair de uma escola pequena, onde ficou sua vida toda, onde conhece todos para ir para uma escola grande! Enfim, escolhas que temos que fazer na vida, não é? Bjs e obrigada por comentar.

    ResponderExcluir
  10. ATENÇÃO: 
    Os comentários desse post sumiram com a instalação do novo sistema de comentários (DISQUS) estamos tentando importar os comentários antigos do blog de volta (de todos os posts anterior à data de 15/11/11).
    bjksss

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante!

P.S. Você pode adicionar o link do seu blog, desde que o comentário seja referente ao post e não propaganda particular.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...